testededrogas.com
historias
historias
historias
Acreditamos que a publicação de histórias reais, brasileiras, podem ser muito elucidativas na decisão de se utilizar o PDT90 (Personal Drug Test 90 days). Por isso, em nosso compromisso com a verdade, disponibilizamos a todos nossos clientes uma senha para que eles possam publicar automaticamente suas experiências e impressões a respeito de sua história e de nossos serviços em nosso site.

frase
Novos tipos de ecstasy, com potência até 5 vezes maior, aumentam o risco de danos neurológicos em usuários ocasionais
frase
frase
INDIQUE ESTE SITE
Seu Nome
(preferencialmente completo)
Nome do amigo
e-mail do amigo
frase

frase
ACOMPANHAMENTO DO TESTE
Código ou e-mail do pedido
Para acompanhar o andamento de seu teste, desde o pedido até o resultado, insira o código de seu pedido ou seu e-mail.
Para ver um exemplo da tela de acompanhamento clique aqui
frase


frase

frase


frase

frase


frase

frase
frase
Novos tipos de ecstasy, com potência até 5 vezes maior, aumentam o risco de danos neurológicos em usuários ocasionais
frase


Responsabilidade Social
Nossa empresa colabora regularmente no mantenimento das seguintes instituições filantrópicas:

F.A.CE

Eis minha história, para que possamos aprender. Pamela, minha filha mais velha, faz uso de remédios para depressão (prozac) há uns 2 anos.

Seu psiquiatra indicou-me este teste de toxicos depois de haver conversado com ela sobre seu abuso de drogas, até então desconhecido para mim. Ela concordou como um pedido de ajuda, acho. Nada falta a minha filha. Tenho lido nesses relatos casos de que os filhos tem problemas com os pais, com os amigos, na escola.. nada disso acontece com mina filha. Ela sofre de uma depressão há uns tempos, mas é uma boa menina, não me dá problemas.

O resultado de testes caiu como uma bomba em minha casa. Minha filha usava remédios para emagrecer – as anfetaminas – de maneira crônica. Como ela começou isso até agra não sei. Não temos estes remédios em casa e ela nunca precisou pois é magra. Minha luta começa agora.

Devo acrescentar que minha filha não usa, segundo os testes, maconha ou outra toxico qualquer apenas muita anfetamina. Seu psiquiatra me tranqüilizou mas não estou seguro que vai ser fácil. Existe histórico de abuso de drogas e álcool na família de sua mãe, já há muito falecida e pelo que pude ler sobre drogaadicção isso é um fator importante de risco.

Ceio que este laboratório presta um bom serviço ao nos permitir saber o que está acontecendo. A dúvida e a falta de direção é a pior coisa para quem convive com um possível problema desse tipo.






testededrogas.com.br - Psychemedics Brasil - Fone: 3003-1166 (sem o DDD, número nacional)